Marca de dois milhões de visitas!

10/abr/2017 às 15:32 por Profa. Sônia R.Aranha em: avaliação

 

O Blog Sonia Aranha chegou a marca de 2 milhões de visitas!

São 14.219 comentários!

O foco é o direito do aluno , mas há outros conteúdos !

Estou muito satisfeita com essa marca porque é um trabalho que faço com muito prazer : divulgando informações sobre legislação de ensino e direitos constitucionais.

Salve, salve a todos que aqui entram e deixam suas perguntas porque elas, juntamente com as respostas que posto, ajudam milhares de pessoas.

 

Veja Também: Sem assuntos relacionados.

8 Comentários »

  1. Janete Martins dos santos comenta,

    abril 10, 2017 @ 20:05

    Que atitudes devo tomar quando professora agride aluna (12 anos) com palavras ofensivas e de ódio, como: vai se danar, vai pro inferno, você é uma presença podre na sala de aula. Obs: Escola estadual.

  2. Profa. Sônia R.Aranha comenta,

    abril 11, 2017 @ 23:41

    Janete, faça um B.O. depois poderá denunciar a professora junto a direção e se não houver providências junto ao Conselho Tutelar.

    Constituição Federal:
    “Art. 18. É dever de todos velar pela dignidade da criança e do adolescente, pondo-os a salvo de qualquer tratamento desumano, violento, aterrorizante, vexatório ou constrangedor.”

    “Art. 131 – O Conselho Tutelar é órgão permanente e autônomo, não jurisdicional, encarregado pela sociedade de zelar pelo cumprimento dos direitos da criança e do adolescente, definidos nesta Lei.”
    Cabe à direção do estabelecimento de ensino nos termos do art. 56 do Estatuto da Criança e do Adolescente.

    “Art. 56 – Os dirigentes de estabelecimentos de ensino fundamental comunicarão ao Conselho Tutelar os casos de:
    I – maus tratos envolvendo seus alunos;…”

    A comunicação de fatos ou suspeitas deve ser feita ao Conselho Tutelar, do exato teor do que for relatado pela criança e ou adolescente. Não pode ser considerada divulgação o relato de qualquer circunstância ou fato relacionado à informação prestada – nos exatos termos que impõe o dever funcional e o Estatuto da Criança e do Adolescente – ao Conselho Tutelar.

    ok?

    abraços

  3. Mateus comenta,

    maio 12, 2017 @ 16:41

    Olá professora, como vai?

    Em 2006 concluí o Ensino Médio através do EJA EAD. Eu sou do RS, fiz as aulas em um polo de Porto Alegre, pois a Escola que certificou os meus estudos era de Niterói, Colégio Joan Miró (já extinto). Recebi o certificado, histórico e uma cópia do diário oficial do Rio constando meu nome. Após ter concluído os estudos li algumas coisas suspeitas sobre a escola, desde então fiquei com um certo receio. Ainda não tive problemas onde apresentei meu certificado e histórico, inclusive iniciei os estudos em uma Universidade, onde aceitaram a documentação, mas ainda não concluí o curso. Também aceitaram em uma Escola Técnica reconhecida pela Secretaria de Educação do RS, onde cursei Técnico em Transações Imobiliárias, concluí e recebi a certificação, o que me fez entender que o meu diploma do ensino médio, juntamente com o histórico está legal. Diante disso, a senhora acredita que poderei ter alguma infeliz surpresa na Universidade, como por exemplo ao final do curso não poder me formar devido a suspeitas na minha documentação, já que na escola técnica consegui conclui o curso com a mesma documentação?

  4. Profa. Sônia R.Aranha comenta,

    maio 13, 2017 @ 3:11

    Mateus,

    Pode ter uma infeliz surpresa se este polo em POA não tinha autorização de funcionamento feita pelo Conselho Estadual de Educação do Estado do Rio Grande do Sul.

    ou se no verso do certificado não tiver o carimbo da Secretaria de Educação do Estado do Rio de Janeiro – SEEDUC e se tem assinatura do inspetor de aluno, isto chama-se visto confere e se tiver o certificado é válido.

    ou se você não tem o seu nome publicado no Diário Oficial do Estado do Rio de Janeiro.

    Você vai conseguir se formar o problema é que a faculdade na hora de emitir o diploma esbarrar na invalidade do seu certificado , daí ela não emitirá o diploma e se isso ocorrer você terá que buscar a Justiça.

    ok?
    abraços

  5. PABLO comenta,

    maio 13, 2017 @ 21:49

    Boa noite Professora Sonia,
    Meu filho ingressou no 1ºano do fundamental em uma nova instituição esse ano, ocorre que a direção aceitou mais matriculas que poderiam comportar a sala, havia cerca de 40 alunos de 6 anos para uma professora sem nenhuma auxiliar, as mães se uniram e reclamaram com a direção, cerca de 3 semanas depois a turma foi dividida.
    A turma que ficou com outra professora contratada não teve tempo para ser capacitada e nem plano de aula tinha, essa não ficou nem 1 mes dando aula pediu demissão, a turma ficou sem professora, então a escola contratou nova professora, que mais uma vez não ficou nem 2 semanas, por questões salariais. Numa segunda-feira na hora de pegar o filho na escola fui informada por uma mãe que estavamos sem professora novamente, os alunos estão há 1 semana sem professor com a promessa de nova contratação.
    Os alunos não tem identidade como sala de aula, eles tiveram 4 professoras, pois ficaram 2 dias com uma substituta de plantão, o que deixou todas as mães indignadas pois a escola em momento algum chamou as mães para uma conversa ou uma retratação, a turma está com material e conteúdo atrasado e pior não tem escolas próximas que tenham vaga para transferência. O que fazer?
    Obrigada e foi um prazer conhecer seu blog, sucesso na vida.

  6. Mateus comenta,

    maio 15, 2017 @ 16:30

    Olá, professora Sônia. Muito obrigado pela atenção!

    Quanto ao certificado, ele possuí o carimbo de uma “Inspetora Escolar”, seria o mesmo carimbo que a senhora cita?

    No caso, se esse diploma for mesmo fruto de estelionato contra mim, a escola técnica onde me formei não deveria ter manifestado essa contrariedade, sendo que lá recebi o certificado do curso carimbado pela Secretaria de Educação daqui?

    Pedi uma segunda via do histórico escolar para a SEEDUC RJ e eles se negaram a me fornecer, agora estou confuso. Por um lado a já fiz um outro curso técnico utilizando essa documentação e deu tudo certo, por outro me negam a segunda via desse documento, sendo que meu nome saiu sim no D.O. do Rio de Janeiro. O que fazer?

    Mais uma vez obrigado, professora!

  7. Profa. Sônia R.Aranha comenta,

    maio 15, 2017 @ 21:02

    Olá Pablo, obrigada!

    Mas que situação.

    Penso em algumas alternativas:

    1) Fazer denúncia coletiva junto ao PROCON de sua cidade. Levar com vocês o Contrato de Prestação de Serviço.

    2) Lembrando que esses dias sem professor devem ser repostos para que dê no final do ano os 200 dias letivos e as 800 horas determinados por lei.

    3) Novamente marcar reunião com a mantenedora para saber as providências e chamem para comparecer a esta reunião o Conselho Tutelar da cidade. Se na cidade não há CT , chame o Ministério Público do seu Estado, porque é obrigação dos pais encaminhar para a escola (crime se não fizer isso), então, a escola tem que ter responsabilidade para atender os alunos.

    4) Não adianta, a meu ver, apertar para espanar, isto é, se não há escola com vaga próxima para atender o seu filho e os demais alunos é melhor não fechar a escola (sim porque certamente esta escola tem problemas financeiros) .. então.. tentar encontrar uma solução conjunta com a escola e depois, no próximo semestre o próximo ano letivo, pedir a transferência.

    5) O atraso de conteúdo não é o mais importante porque as crianças recuperam, o problema maior é estas crianças sem aula.

    ok?

    abraços

  8. Profa. Sônia R.Aranha comenta,

    maio 15, 2017 @ 21:40

    Mateus respondendo:

    1) Quanto ao certificado, ele possuí o carimbo de uma “Inspetora Escolar”, seria o mesmo carimbo que a senhora cita? Sim.

    2) No caso, se esse diploma for mesmo fruto de estelionato contra mim, a escola técnica onde me formei não deveria ter manifestado essa contrariedade, sendo que lá recebi o certificado do curso carimbado pela Secretaria de Educação daqui? Sim.

    3) Por um lado a já fiz um outro curso técnico utilizando essa documentação e deu tudo certo, por outro me negam a segunda via desse documento, sendo que meu nome saiu sim no D.O. do Rio de Janeiro. O que fazer? Mas qual o motivo de você solicitar a 2a via se tem a 1a via? Não tem sentido isso.

    Se você não teve problemas na escola continue se houver algum dia problema terá que buscar a Justiça, ok?

    abraços

Por favor, Deixe um comentário aqui !