Você concluiu a graduação e a faculdade agora diz que não pode emitir o diploma, porque o seu certificado de ensino médio é inválido e precisa de um visto confere?

Leia o testemunho da Cintia a este respeito:

Venho aqui para brevemente relatar meu caso em agosto de 2016 terminei minha graduação, quando fui retirar meu diploma e histórico 60 dias após a colação de grau fui barrada porque a faculdade alegou que meu ensino médio eu precisava validar pois eu tinha um histórico e ele não estava certificado, inocentemente fui até a   escola que conclui em 2010 , simplesmente ela sumiu! ( Centro educacional carioca, essa é a “Escola”) eu não sabia absolutamente nada e nem o que fazer voltei na faculdade pedindo ajuda eles não souberam me orientar, fui para o google no qual, graças a Deus, achei esse site da Sônia Aranha, explicando exatamente a minha situação, fui orientada por ela sobre o que fazer e ela me indicou a Dra Lais Gonçalves no qual me ajudou com todo meu processo que tive que entrar contra a SEEDUC. O processo demorou mais ou menos 6 meses mas consegui pegar meu diploma na faculdade e assim poder trabalhar na minha profissão em que escolhi e na qual me dediquei 4 anos sem saber que havia sido engana num supletivo fajuto. Só tenho a agradecer por todo apoio. Obrigada.”

Fico muito feliz de ter podido ser a ponte para ajudar a Cintia e tantos outros alunos que foram enganados.

Se este é o seu caso, nos procure: contato@soniaranha.com.br  ou saranha@mpcnet.com.br que indicaremos advogada com experiência para atuar no seu caso.

 

 

Tags: , ,

Veja Também: Sem assuntos relacionados.

10 Comentários »

  1. A faculdade não quer lhe dar o diploma porque há problema com o seu certificado de ensino médio? Faça uma consulta conosco comenta,

    agosto 24, 2017 @ 19:38

    [...] ajuda eles não souberam me orientar, fui para o google no qual, graças a Deus, achei esse site da Sônia Aranha, explicando exatamente a minha situação, fui orientada por ela sobre o que fazer e ela me indicou [...]

  2. Tainá Rosa Pimentel comenta,

    setembro 26, 2017 @ 9:07

    Olá !
    Meu filho de 4 anos foi recentemente diagnosticado com autismo , mas desde que entrou na escola particular em abril de 2016 a escola cria problemas , no início eu levava de forma muito saudável o questionamento da escola e foi através dela que procuramos o atendimento médico e logo em seguida os tratamentos ,porém sem diagnóstico . Ontem eu acabei discutindo com a coordenadora do infantil pq estava forçando ele a dormir em sua sala em pleno horário de lanche alegando que ele só estava lá pra se acalmar pq estava agredindo os coleguinhas, eu achei um absurdo , como eu trabalho de forma terceirizada já instituição vi meu filho em tal situação onde eu não gostei e tirei ele da sala dela , onde acabamos por descutir . No final do dia quando peguei meu filho recebi um comunicado de suspensão de 30 dias e que ele só poderia retornar a instalação com Relatório médico e plano terapêutico . Eu gostaria de saber o que posso fazer é como fazer contra um absurdo desses . Obs: ele tem realmente problemas com a socialização mas me parece um tanto exagerado a forma em que a escola relata pois em casa o seu comportamento é bem diferente e com outras crianças tbm.é correto a suspensão de 30 dias em uma criança de 4 anos por um motivo tão tosco? O fato de eu não ter dado o relatório médico a eles e pelo fato de ele está sem tratamento terapeutico com Terapia ocupacional, fono e psicóloga a uns 3 meses (pq tivemos problemas com o plano de saúde e o SUS a fila pode durar até três anos ) é motivo suficiente pra impedi-lo de frequentar ?
    Não quero que meu filho pise mais os pés lá ,pois tenho medo do que eles possam fazer contra ele . Mas ainda não tranquei a matrícula .

  3. Profa. Sônia R.Aranha comenta,

    setembro 26, 2017 @ 17:13

    Tainá

    1) Não se pode dar uma suspensão para aluno que nada fez e por 30 dias!

    2) Ele não pode ficar impedido de frequentar. Ele está amparado pela lei do autista:

    Art. 3o São direitos da pessoa com transtorno do espectro autista:

    I – a vida digna, a integridade física e moral, o livre desenvolvimento da personalidade, a segurança e o lazer;

    Art. 7o O gestor escolar, ou autoridade competente, que recusar a matrícula de aluno com transtorno do espectro autista, ou qualquer outro tipo de deficiência, será punido com multa de 3 (três) a 20 (vinte) salários-mínimos.

    3) Escreva documento relatando o caso e levando para o Conselho Tutelar , dizendo que a escola não assiste o seu filho conforme determina a Lei federal n.13.146/2015, no artigo 28 e que suspendeu o seu filho por 30 dias, sem o direito a ampla defesa e o contraditório.

    4) É preciso levar para a escola um diagnóstico.

    Se você quer transferi-lo de escola, já que ele não pode ficar em casa , pois é obrigatório a escolarização dos 4 aos 17 anos, solicite a transferência para outra escola e denuncie a escola para o Conselho Tutelar.

    Caso precise de orientação para a nova escola posso elaborar o documento inicial visando evitar os transtornos decorrentes, mas cobro honorários para fazer isso, ok? Entre em contato: saranha@mpcnet.com.br

    ok?

    abraços

  4. anônimo comenta,

    outubro 5, 2017 @ 18:12

    Meu filho é aluno do nono ano do CapUerj .
    As aulas não terminarão no fim do ano, por causa das longas greves, se ele passar em algum concurso para ensino médio , ele poderá assumir mesmo não tendo terminado o nono ano?

  5. Profa. Sônia R.Aranha comenta,

    outubro 5, 2017 @ 18:55

    Anônimo, não … se o edital do concurso solicitar o certificado de conclusão do ensino fundamental tem que ter em mãos para apresentar caso contrário não consegue assumir o cargo se for aprovado no concurso..

    Isso é um problema.. mas sem certificado de conclusão, nada feito.

    abraços

  6. marcel comenta,

    novembro 16, 2017 @ 15:09

    olá professora,

    tenho uma duvida um pouco diferente do assunto em questao,

    vou formar no final do ano em um curso tecnico automotivo, eu nao tenho interesse em participar da colação de grau, vestir beca e essas coisas.
    mas a diretora disse que eu sou obrigado a participar , se nao participar nao vou receber o diploma.
    queria saber se isso procede , ou se isso foi apenas para me pressionar a participar do evento. obrigado pela atenção

  7. Profa. Sônia R.Aranha comenta,

    novembro 22, 2017 @ 16:19

    Marcel, não procede.

    1) Não há exigência legal para uma formatura.

    2) Curso técnico não cola grau, apenas curso de nível superior cola grau.

    3) Há exigência legal da escola entregar o certificado independentemente do aluno ter participado de um ritual formal.

    Entre em contato com a Secretaria de Educação do seu Estado e explique a situação e pergunte se você ficará sem o certificado e como fazer para que a direção lhe entregue o certificado.

    ok?

    abraços

  8. marcel comenta,

    novembro 23, 2017 @ 15:36

    Obrigado pela resposta Professora Sônia.

  9. Gabrieli comenta,

    dezembro 9, 2017 @ 21:06

    Estou super apreensiva, preciso de ajuda!!
    estou no primeiro semestre de economia, já fiz 80 horas de atividades complementares (todas pagas), mas agora a faculdade se nega a renovar minha matrícula pois meu certificado E.M. tem data posterior ao ingresso na faculdade, isso pois, descobri que a escola não lançou uma dependência do 2 ano, e com isto não emitiu meu certificado, sendo isto feito em outubro deste ano, e por isso a faculdade se nega a me renovar, o que faço?! realmente não posso prosseguir com meus estudos? essa data impede meu futuro diploma?

    desde já agradeço.

  10. Profa. Sônia R.Aranha comenta,

    dezembro 9, 2017 @ 22:09

    Gabriela, constitua um advogado para resolver isso na Justiça.

    Se for de São Paulo posso lhe indicar uma advogada que atua em direito educacional.

    Entre em contato: saranha@mpcnet.com.br

    abraços

Por favor, Deixe um comentário aqui !